TJ-SC 2011 | Analista Jurídico | Recurso – questão 35 (CG)

ANALISTA JURÍDICO 2011 | Conhecimentos Gerais | Questão 35

No mundo atual existem regiões que vivem em intensos conflitos que são oriundos de vários motivos, como luta por territórios, pela independência, por questões religiosas, recursos minerais entre outros. A respeito desses conflitos, leia as afirmativas abaixo:

I.  No continente europeu um dos motivos de conflitos é a questão do povo basco. Distribuído entre os territórios da Espanha e da França, essa etnia luta pela sua autonomia política há muitos anos.
II.  Na África o que motiva os conflitos é o modo pelo qual o continente foi dividido durante o processo de colonização quando os países europeus definiram a divisão do espaço africano, para que fosse administrado e explorado sem levar em conta as disparidades étnicas existentes no continente.
III. Na Ásia um dos grandes conflitos está localizado no Oriente Médio, mais precisamente no confronto entre árabes e israelenses.
IV. No território afegão a instabilidade política está presente há muito tempo, entre outros motivos, por causa das divergências religiosas entre xiitas e sunitas.
V. Na América do Sul, a Venezuela é um local de muita instabilidade, pois neste país existe um movimento de guerrilheiros denominado FARC e o Exército de Libertação Nacional, ambas com forte ligação com a produção de cocaína e com o narcotráfico. Esses grupos atuam exercendo influência de um estado paralelo, cometem assassinatos, atentados e sequestros.

Assinale a alternativa correta:
(A) Apenas IV está incorreta
(B) Apenas V está incorreta
(C) Apenas IV e V estão incorretas
(D) Apenas I e III estão corretas
(E) Todas estão corretas

RECURSO:
A questão tem como tema os conflitos internacionais da atualidade. O gabarito preliminar aponta como correta a alternativa (B) o que significa que apenas o item V estaria incorreta. Entretanto, percebe-se que as dados históricos e atuais estabelecidas no item IV estão com informação incompleta e parcial, redundando em imprecisões e dúvidas objetivas insanáveis.
Vejamos:
O texto do item IV afirma que “No território afegão a instabilidade política está presente há muito tempo, entre outros motivos, por causa das divergências religiosas entre xiitas e sunitas”.

Entretanto, verificando elementos bibliográficos e notícias diárias sobre o Afeganistão, percebemos que, diferentemente do que historicamente ocorre em outros países e regiões (como o Paquistão, por exemplo), o país asiático de forte presença muçulmana, possui como centro do conflito as questões étnicas e não religiosas. Os principais grupos étnicos do país são:
• Pashtuns (etnia dominante);
• Tadjiques;
• Hazaras;
• Usbeques.

Em todas as etnias mencionadas, há integrantes xiitas ou sunitas o que não impediu, por exemplo, a união nacional na década de 1980 na resistência da ocupação soviética (1979 – 1988). Embora os conflitos entre as duas “facções” tenha crescido após a ocupação americana no país, a principal causa não é religiosa e sim territorial e étnica.

Abaixo os links de notícias, comentadas por historiadores especialistas em Afeganistão que corroboram essa informação:

Portal G1: Conheça a história do Afeganistão. Disponível em http://virou.gr/ucBln8 .
UOL – 10.12.2011: O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, apontou a comunidade internacional como corresponsável pelo aumento da corrupção e da escalada de violência no país. Disponível em http://virou.gr/uAgpJp .
UOL – 11.12.2011: Ataques no Afeganistão não começarão guerra sectária. Disponível em http://virou.gr/thLDbz .

Assim, torna-se imperativo a ANULAÇÃO da questão 35 com atribuição para todos os candidatos do certame.

TJ-SC 2011 | Analista Jurídico | Recurso – questão 37 (CG)

O TJ-SC é uma dos poucos órgãos judiciários do Brasil que possui uma banca organizadora própria para os seus certames. Com essa singularidade, muitas questões interessantes surgiram ao longo dos anos e o acerto na manutenção da área de Conhecimentos Gerais – história e geografia para todos os cargos de servidores do Tribunal.

Entretanto, se “errar é humano e perdoar divino”, recursar é uma exigência na vida do concursando. Assim, conforme prometido para vários alunos e leitores do blog, publico algumas propostas de recursos às questões de CG. O prazo para apresentação foi estendido até amanhã, sexta-feira, dia 16.12. O texto-base do recurso pode ser ampliado com as informações coletadas pelos candidatos e é apenas uma sugestão minha.

ANALISTA JURÍDICO | Conhecimentos Gerais | Questão 37
A dinâmica climática está condicionada à influência de diversos fatores que interferem nos elementos que determinam as condições do tempo e características do clima de uma região. Entre eles a atuação das massas de ar constituem um elemento marcante na caracterização dos climas brasileiros e podem ser responsáveis pelas mudanças bruscas e repentinas do tempo nos locais onde atuam.
De acordo com o mapa abaixo da dinâmica das massas de ar no Brasil todas as alternativas estão corretas, EXCETO:

 

(A) A massa Equatorial Continental está representada pelo n° 2 e por se formar no interior do continente ela é quente e seca, atuando em todo o planalto Central. Por isto, em Brasília, os invernos são excessivamente secos.
(B) A massa que mais interfere nas condições climáticas do Brasil é a de nº 4 pois, ela é a única massa de ar frio que atua em um país de clima quente ou tropical.
(C) A massa Tropical Atlântica, representada pelo nº 3, quente e úmida é responsável pela maior pluviosidade no litoral oriental do Brasil.
(D) A massa Polar Atlântica, de nº 4, atua principalmente no inverno e pode seguir em três ramos ou direções. Se penetrar pelo interior da região Sul e houver condições favoráveis, pode ocorrer o fenômeno da neve nos pontos mais altos, como na s serras catarinenses, nos municípios de São Joaquim, Urupema e Urubuci.
(E) O ar gelado toma conta da parte ocidental da Amazônia em um dia do mês de junho. A temperatura que no início da semana era superior à 30º C, no final da semana estava em torno de 10º C. Este fenômeno conhecido como friagem é ocasionado quando a massa Polar Atlântica, identificada pelo nº 4, penetra pelo corredor de terras baixas, da área central da América do Sul, atingindo o Pantanal e a Amazônia Ocidental, provocando quedas bruscas da temperatura.

RECURSO:
Como descrito na assertiva (E), a massa de Ar Polar atlântica (mP(A), responsável pela “friagem” nos estados da Amazônia Ocidental ocorre, via de regra, nos meses de junho e julho (inverno) devido as condições especiais e favoráveis de atuação dessa massa de ar. Entretanto, a assertiva incorre em erro ao não vislumbrar que o fenômeno pode ocorrer em meses de outono como, por exemplo, abril e maio, devido a condições especiais de temperatura e formação de massas polares. Tal fato está amplamente documentado por institutos oficiais tecnológicos de pesquisa como, por exemplo, o Instituto Nacional de Meteorologia e o Climatempo, sendo repercutidos pela imprensa especializada.

Vejamos alertas que foram divulgados pelo CLIMATEMPO | http://www.climatempo.com.br/  | nos últimos anos:

Friagem persiste no Norte do Brasil – novos recordes
12 de maio de 2010 | Fonte CLIMATEMPO – http://on-msn.com/vrcWi9
Esfriou mais no Acre na madrugada desta quarta-feira e o Estado registrou as menores temperaturas de 2010. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a mínima em Rio Branco foi de 14ºC, mais de 1 grau menor do que o valor de ontem. Em Tarauacá, a temperatura mínima foi de 16ºC, também a menor deste ano.

A madrugada desta quarta-feira também foi a mais fria de 2010, até agora, no sul do Amazonas e em Rondônia. Em Vilhena, no sul deste estado, a temperatura mínima foi de 10,4ºC. Em Porto Velho, a mínima foi de 17,2ºC, um décimo abaixo do valor registrado ontem. Em Lábrea, no sul do Amazonas, a temperatura mínima nesta quarta-feira foi de 16,5ºC. Para os padrões de temperatura destes estados brasileiros, este valores são baixos e fazem a população sentir bastante frio. A queda da temperatura vem sendo observada desde o último domingo, quando os ventos frios de uma forte massa polar começaram a chegar ao Acre, Rondônia e no sul do Amazonas. A passagem do ar polar sobre estas regiões do país caracteriza o fenômeno da friagem.
O evento de friagem atual pode ser considerado moderado. Friagens mais intensas já foram observadas muitas outras vezes, em outros anos, e ainda poderão ocorrer no decorrer do outono e do inverno de 2010.

Frio perto de 10ºC no sul de Rondônia
10 de maio de 2010 | Fonte CLIMATEMPO – http://on-msn.com/uAbgxv
A grande massa de ar polar que entrou no Brasil está provocando queda da temperatura também na Região Norte. Desde ontem, a população de Rondônia e do Acre estão sentindo uma forte friagem, nome dado a passagem do ar polar sobre o Norte do Brasil.
O amanhecer desta segunda-feira foi o mais frio do ano em Rio Branco. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura mínima foi de 16,1ºC. O recorde anterior era de 18,6ºC, ocorrido no dia 10 de abril. A tarde de ontem foi a mais fria na cidade, com máxima de 20,5ºC.
A friagem foi sentida nesta segunda-feira também no  sul do Amazonas. Em Eirunepé, a temperatura mínima foi de 18,3ºC e em Lábrea de 18,8ºC. Nas duas localidades, a madrugada de hoje foi a mais fria para o ano de 2010.
Porto Velho, capital de Rondônia, a tarde de ontem foi a mais fria do ano, com temperatura máxima de 25,8ºC.
Em Vilhena, no sul de Rondônia, a temperatura mínima nesta segunda-feira foi de 11,9ºC e foi a mais baixa já registrada este ano.
Esta massa polar que provocou a friagem sobre o sul da Região Norte é a mais forte que já atingiu o Brasil este ano e tem grande extensão. O ar frio polar ainda será sentido nesta terça-feira no Acre, em Rondônia e no sul do Amazonas fazendo a temperatura baixar um pouco mais. Assim, novos recordes de frio para 2010 poderão ocorrer. A tendência é de elevação de temperatura a partir de quarta-feira.

Forte massa de ar polar derruba a temperatura no centro-sul do Brasil
5 de abril de 2010 | Fonte CLIMATEMPO – http://on-msn.com/tDn31B
A forte massa polar que avança sobre o centro-sul do Brasil vai derrubar a temperatura no decorrer da semana causando vários recordes de frio de 2010. O frio vai persistir por toda a semana.  Os Estados do Acre e Rondônia sentem a primeira friagem forte do ano.

No calendário, ou outono começou no dia 20 de março, mas na prática, a estação está sendo inaugurada nesta segunda-feira, 5 de abri. A grande frente fria que avançou pelo Centro-oeste e Sudeste do país trouxe a primeira massa polar realmente forte, com características de outono e capaz de causar uma ampla e acentuada queda de temperatura.
Os primeiros sinais desta forte massa polar foram sentidos nesta segunda-feira. O maior efeito observado foi de uma grande queda nas temperaturas máximas. O contraste entre a tarde do domingo de Páscoa e a desta segunda-feira é notável.
Em São Paulo, os termômetros não foram além dos 22ºC e alcançaram ata 28ºC ontem. Em Curitiba, a temperatura na região do aeroporto de Bacacheri chegou aos 17ºC, de manhã e às 15 horas já havia baixado para 14ºC. Em Florianópolis, as fortes rajadas de vento que ocorrem desde ontem colaboram para aumentar a sensação de frio. No aeroporto Hercílio Luz, a temperatura nesta segunda-feira não foi além dos 23ºC e no domingo chegou aos 26ºC.
Esta grande massa polar que avança pelo centro-sul do Brasil está tendo influência em Mato Grosso, parte de Mato Grosso e já começa a provocar a primeira friagem do ano no sul da Região Norte. A friagem é passagem do ar polar nas áreas ao sul da Região. Isto só ocorre com grandes massas polares que fazem um caminho especial. Para que vento frio chegue forte a Rondônia e ao Acre é preciso que a massa polar chegue ainda forte ao norte da Argentina e ao Paraguai e é isto que está ocorrendo. Em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, os termômetros não passavam dos 25ºC, por volta das 15 horas desta segunda-feira. No domingo de Páscoa, o calor chegou aos 29ºC.
Mas o frio provocado por esta massa polar está apenas começando. Este sistema vai influenciar o centro-sul do país durante toda a semana. As madrugadas vão ficar cada vez mais frias e novos recordes de 2010 serão estabelecidos. Para começar, o amanhecer desta terça-feira, 6 de abril, deverá ser o mais frio do ano, até agora, na maioria das áreas da Região Sul, incluindo as três capitais, na cidade de São Paulo, em Campo Grande e em quase todo o Mato Grosso do Sul. Localidades do centro-oeste e sul de Mato Grosso, como Cáceres, Cuiabá e Barra do Bugres, de Rondônia e Acre também devem registrar as menores temperaturas de 2010.
Confira abaixo alguns as temperaturas mínimas registrados em algumas capitais, até 5 de abril. Os dados para referência são do Instituto Nacional de Meteorologia.

Capital Temperatura mínima Data
Porto Alegre 13,8ºC 26 fevereiro
Florianópolis 16,7ºC 26 fevereiro
Curitiba 14,3ºC 27 fevereiro
São Paulo 17,7ºC 26 fevereiro
Campo Grande 19,1ºC 21  janeiro
Cuiabá 19,7ºC 13 fevereiro
Porto Velho 22,6ºC 26 fevereiro
Rio Branco 21,3ºC 14 janeiro

Assim, solicito a ANULAÇÃO da questão dada a incorreção/imprecisão registrada.