Brigada Militar anuncia contratação de mais 571 aprovados em concurso

A Brigada Militar (BM-RS) anunciou ontem que todos os 2.571 aprovados no último concurso para a corporação terão a contratação confirmada. Inicialmente, estavam previstas 2 mil vagas para policiais militares e soldados do Corpo de Bombeiros. Um mutirão envolvendo servidores da BM e das secretarias da Administração e da Fazenda deve concluir até sexta-feira a homologação de todos os novos contratados.

Serão 1.944 novos policiais militares e 627 bombeiros que iniciarão em 11 de setembro um curso de formação com duração de oito meses. A promessa do comandante-geral da Brigada Militar, coronel Sérgio Abreu, é de que os novos contratados concluam as aulas em 21 de abril de 2013 e estejam aptos para atuar nas ruas.

— Já no verão, eles já se integram em atividades especiais como jogos de futebol, eventos, ou policiamento de praças — afirmou o coronel Sérgio Abreu.

Com informações da Zero Hora.

PF e PRF 2012: anunciadas 2,8 mil novas vagas

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, informou na manhã desta quinta-feira [08.12.2011] que devem ser contratados 1,5 mil novos policiais rodoviários federais e 1,3 mil policiais federais no próximo ano. A maioria deles deve ser encaminhada para trabalhar nas fronteiras, que envolvem 710 municípios. Cardozo não detalhou, porém, quando os editais serão lançados.

Os concursos foram anunciados depois da assinatura do termos de adesão por 11 estados – um deles o Rio Grande do Sul – ao Plano Estratégico de Fronteiras. O plano vai possibilitar o acesso a recursos de R$ 37 milhões para investimentos em segurança.

A iniciativa visa coibir o tráfico de armas e drogas provenientes dos países vizinhos. Todos os estados envolvidos já apresentaram projetos de integração de trabalho, que estão sendo analisados pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), órgão que faz a articulação das ações do governo federal com os estados.

Cardozo destacou que a presidenta Dilma Rousseff encarregou o Ministério da Justiça de três grandes projetos prioritários: o Plano Estratégico de Fronteiras, a reforma do sistema penitenciário, que deverá envolver recursos de R$ 1,1 bilhão e que permitirá a criação de mais 60 mil vagas nos presídios até 2014, e o Plano de Enfrentamento ao Crack, anunciado ontem, com recursos de R$ 4 bilhões.

Com informações da Agência Brasil | http://virou.gr/txA9mz

Brigada Militar/RS: concurso anunciado

De maneira pioneira e completamente inovadora na governança brasileira, o governador do estado do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, há algumas semanas, inaugurou o Gabinete Digital | http://www.gabinetedigital.rs.gov.br | canal de diálogo, debate e interlocução direto com a população. Através desta ferramenta, a cidadania pode questionar o mandatário acerca de tudo o que ocorre na gestão e sobre as ações pertinentes do governo. As pessoas perguntam, gestionam e o gabinete organiza demandas e a política da Administração.

Com apenas 23 dias do início, o principal questionamento foi acerca do tema “Segurança Pública” em especial referente às condições de trabalho dos Policiais Militares. O Governador Tarso Genro decidiu contemplar todas as perguntas pertinentes a esta temática, indicando as ações que serão tomadas nos próximos dias para abordar a problemática levantada pela população.  No início da tarde, Tarso Genro gravou uma intervenção e respondeu os questionamentos.
(veja o vídeo – http://www.gabinetedigital.rs.gov.br/govresponde/ )

Falando de maneira direta e se posicionando sobre temas polêmicos como o piso nacional proposto através da PEC 300 e a criação de um Corpo de Bombeiros apartado da estrutura da Brigada Militar, o Governador antecipou o anúncio do novo concurso para 2000 vagas para a Brigada Militar/ RS (soldados e bombeiros).

Tal certame foi prometido pela ex-governadora e anunciado semanas antes das eleições. Passado o pleito e com a vitória de Tarso Genro no 1º turno, o concurso foi ‘esquecido’ mantendo a defasagem histórica de policiais no nosso rincão gaúcho.

Assim, como formador de longa data dos futuros policiais e bombeiros gostaria de sugerir ao Comando da Brigada Militar que revisasse o edital a ser publicado dando ênfase aos conhecimentos de Direitos Humanos, Atualidades, Ética, legislação, cidadania e estratégias contemporâneas de polícia de aproximação. Os concursos anteriores (2002, 2005, 2009) traziam um peso excessivo de conhecimentos matemáticos (com um programa de incluía quase todo programa de nível médio, de conjuntos numéricos a geometria espacial).

Além disso, é imperativo a revisão da absurda limitação de 25 anos de idade para ingresso na carreira. Com o desenvolvimento do país, ampliação da longevidade e qualidade de vida – tendo como referência a criação de um piso nacional e exigência de curso superior aos oficiais da lei – não podemos aceitar que a idade seja um limitador da escolha dos melhores quadros em tão importante função pública. No mais, em recente decisão do STF, tal limitação foi considerada inconstitucional se não prevista em lei, não podendo ser ‘regulada’ através de decretos ou outros atos normativos inferiores.

Parabéns ao governador Tarso Genro e a toda cidadania gaúcha!