SANCTUS JANUARIUS

SANCTUS JANUARIUS
Der du mit dem Flammenspeere
Meiner Seele Eis zerteilt,
Daß sie brausend nun zum Meere
Ihrer höchsten Hoffnung eilt:
Heller stets und stets gesunder,
Frei im liebevollsten Muß:–
Also preist sie deine Wunder,
Schönster Januarius!

SANCTUS JANUARIUS
Thou who with cleaving fiery lances
The stream of my soul from its ice dost free,
Till with a rush and a roar it advances
To enter with glorious hoping the sea:
Brighter to see and purer ever,
Free in the bonds of thy sweet constraint, — So it praises thy wondrous endeavour,
January, thou beauteous saint !

SANCTUS JANUARIUS
Ó tu que com o dardo de flama
Partes o gelo da minha alma,
Para que ela se lance fremente
Ao mar de sua suprema esperança:
Sempre mais clara e mais sã,
Livre na lei mais amorosa –
Assim exalta ela os teus milagres,
Belíssimo Janeiro!

***

20160117_014134

Por motivos pessoais e profissionais, há algum tempo, não tenho tido tempo para atualizar meu blog. Quase ao final do turbulhento mês de Janeiro, aproveito a oportunidade para publicar a poesia do Filósofo alemão Friedrich Nietzsche sobre um outro Janeiro (1884). Para alguns, pode servir como consolo para a difícil realidade em que vivemos e, em especial, aqueles que querem viver “fora da caixa”.

Em 2016, serei mais frequente por cá, com minhas histórias, encontros e desencontros.

Beijinhos a todos e a todas!

A life without Nietzsche (and Port wine) would be a mistake. #Porto #Portugal #Philosophy #Nietzsche

Prof. João MARTINS
Facebook (pessoal): https://www.facebook.com/omarmartins
Facebook (página): https://www.facebook.com/prof.omarmartins/
Instagram: https://www.instagram.com/profomarpt/
E-mail: prof.omarpt@gmail.com