SEDUC-RS chama o 4º grupo de Professores aprovados (candidatos com classificação de 3.401º ao 5.500º lugar)

Chamamento do 4º grupo de candidatos aprovados:
(candidatos com classificação de 3.401º ao 5.500º lugar)

Anúncios

34 thoughts on “SEDUC-RS chama o 4º grupo de Professores aprovados (candidatos com classificação de 3.401º ao 5.500º lugar)

    • Celi diz:

      Oi Giordano
      Pois então, andei pesquisando Leis e vi que no Estatuto dos servidores públicos ( Lei nº 10.098 de 3 de fevereiro de 1994) fala o seguinte:

      da posse

      Art. 18 – Posse é a aceitação expressa do cargo, formalizado com a assinatura do termo no prazo de 15 (quinze) dias, a contar da nomeação, prorrogável por igual período a pedido do interessado.
      § 1º – Quando se tratar de servidor legalmente afastado do exercício do cargo, o prazo para a posse começará a partir do término do afastamento.
      § 2º – A posse poderá dar-se mediante procuração específica.
      § 3º – No ato da posse, o servidor deverá apresentar declaração quanto ao exercício ou não de outro cargo, emprego ou função pública.

      e seguindo:

      do exercício

      Art. 22 – Exercício é o efetivo desempenho das atribuições do cargo e dar-se-á no prazo de até 30 (trinta) dias contados da data da posse.
      § 1º – Será tornada sem efeito a nomeação do servidor que não entrar em exercício no prazo estabelecido neste artigo.
      § 2º – Compete à chefia imediata da unidade administrativa onde for lotado o servidor, dar-lhe exercício e providenciar nos elementos necessários à complementação de seus assentamentos individuais.
      § 3º – A readaptação e a recondução, bem como a nomeação em outro cargo, com a conseqüente exoneração do anterior, não interrompem o exercício.
      § 4º – O prazo de que trata este artigo, para os casos de reintegração, reversão e aproveitamento, será contado a partir da publicação do ato no Diário Oficial do Estado.

      Espero que lhe seja de alguma valia!
      Abraço

  1. Adriana diz:

    No blog abaixo, temos o depoimento de quem já assumiu e tá vivenciando o embate entre contratados e concursados

    http://variacoes-experimentos.blogspot.com.br/2012/11/concurso-do-magisterio-estadual-e.html

    Segue um trecho do excelente texto:

    “O que esses movimentos estão perdendo de vista é que esse concurso é uma forma de arejar a educação estadual, pois tem muita gente, com boa formação, com experiência de pesquisa, com experiência em sala de aula que estão sendo nomeados. Não posso aceitar – como vejo desde que assumi -, professores que sua aula se resume a copiar texto de livros didáticos, não posso aceitar um professor formado em outra área ministrando a minha disciplina, não posso aceitar professores que não deixam sequer os alunos expressarem a suas ideias em sala de aula.”

  2. Lúcia diz:

    Bom dia Prof Omar,
    Num primeiro momento quero parabenizá-lo pelo blog e dizer que me foi de muita utilidade as informações aqui contidas, referente ao concurso do magistério.
    Fui nomeada neste 4° grupo, e estou ansiosa quanto a escolha da cidade para minha nomeação, sou casada com um funcionário público estadual, minha dúvida é o seguinte isso pode me ajudar na hora da escolha da cidade? Desde já agradeço a atenção, um abraço!

  3. Rosana diz:

    Professor, gostaria de saber se o histórico é considerado comprovante de escolaridade no caso da posse do cargo?
    Termino o curso em dezembro, porém só devo receber o diploma em abril.

    • Maicon diz:

      Olá Rosana, estou na mesma situação tua, me formo agora dia 30 de novembro e no mesmo dia vou dar entrada no pedido de atestado de conclusão de curso, esse documento é expedido pela própria universidade em poucos dias. Desse modo, não é preciso tu esperar por um certificado, com o atestado é perfeitamente possível assumir, pois minha amiga que passou no 3º grupo apresentou um atestado e foi empossada normalmente. No entanto, tu deves conseguir esse documento até o dia da posse.

      Espero ter ajudado.

  4. Celi diz:

    Pessoal!
    Espero aqui contribuir um pouco com a minha esperiência pois sou do interior (PF) e tive que descobrir como chegar aos locais, então aí vai:

    Quanto a perícia:
    Tem que levar os exames, os 2 primeiros formulários e 1 foto 3×4

    Para quem quer ir de ônibus é só entrar no túnel para o Trensurb, virar a esquerda, depois a direita e subir as escadas atravessar a rua e andar sempre por está mesma rua até o mercado público onde é possível pegar diversas linhas e eles deixam vc no portão de entrada do CAFF por R$ 2,85.
    Se quiser ir de taxi, da rodoviária até o CAFF dá cerca de R$10,00

    Quanto a posse:
    é longe pra burro da rodoviária! Levem todas as cópias necessárias certinho pois lá não tem xerox e tb por perto não tem!

    Minha experiência de transporte foi só do ônibus desta vez, ao chegar na rodoviária basta se dirigir ao paradão na lateral da mesma, aquela parada grande antes de se entrar no túnel da Trensurb e pegar a linha de nome: SÃO CAETANO, é a única linha que passa na rodoviária e te larga no portão da brigada e para voltar é só pegar a mesma linha, voltando a repetir, o preço é R$ 2,85.

    Quanto a posse em si:
    É tranquilo, acreditem, na minha que foi dia 22 achei tudo calmo e muito organizado.
    Quanto ao medo de ir pra outras cidades esqueçam, pois no diário oficial já sai a cidade e é onde nós moramos!
    Quanto a escolha de vaga, a minha CRE (7ª) já tem umas planilhas prontas, inclusive com os contratos e eles oferecem pra gente as possibilidades. No meu casso como houve poucos aprovados e sobram vagas na minha área a CRE me ofereceu uma convocação e eu aceitei. Vcs podem receber a proposta de convocação, mas só aceitam se quiserem e puderem, pois nosso concurso foi pra 20horas.

    Espero ter ajudado!
    Bom findi a todos!

  5. t diz:

    boa noite!! eu trabalho 40 horas, mas não é no magistério, será que consigo ser nomeada para trabalhar a noite, na cidade onde moro, tem só uma escola que tem aulas a noite, mas sei que existe pelo menos umas 3 pessoas com contrato neste turno… agradecida.

  6. t diz:

    será que eu posso, ou devo entrar em contato com minha cre, para saber da possibilidade de ficar no turno da noite e na minha cidade, sabendo que existe contratos? e entao nao precisando largar o meu trabalho…

    • Luis Silva diz:

      Olá, “t”.

      Esse seu outro emprego é Público (Servidor Público)?

      Você só poderá conciliar a função de professor se a outra função for de Técnico (Técnico em Informatica, Técnico em Enfermagem, etc.), Científico (Qualquer profissão de nível superior como Engenheiro, Médico, etc) e professor (no caso, Professor + Professor).
      Funções como Vigia, Merendeira, Auxiliar Administrativo, etc, OU SEJA, que exija formação de nivel médio ou fundamental não poderá ser conciliada com a de professor.

      A Constituição Federal de 1988 permite somente ao professor ter dois empregos públicos nos casos elecandos acima. Lembrando que somente ser for EMPREGO PUBLICO. Um emprego privado + um publico é livre.

      Quando for tomar posse, saliente e insista que você tem um emprego durante o dia e que necessitará de uma escola para noite. Não sei se eles são obrigados a conseguirem, mas uma boa pressao as vezes resolve.

      Abraço.

      • t diz:

        boa noite, muito obrigada pela dica, esse emprego que tenho é manha e tarde e é privado, faço 35h semanais, em um tabelionato, entao acredito que esta pressão q vc fala talvez d certo, porq imagina, quero a profissão de professor, por amor, porq não tem nem cabimento, o salário que tenho não posso desistir por 20h de professora, entao vou rezar para conseguir, será um sonho, abraço!!!

  7. Nádia diz:

    Olá, Prof. Omar!

    Fui o nomeada nesta 3° chamada e a minha posse está marcada para 03/12, e devido a transferência de meu esposo para outra cidade, gostaria de saber se há possibilidade de solicitar mudança de CRE, estive me informando na CRE e na SEDUC, mas as informações foram contraditórias e confusas, e verifiquei o edital q diz o seguinte:

    12.1.3. Não havendo mais candidatos aprovados na região, conforme a área do conhecimento e habilitação pela qual dar-se-á a nomeação, a fim de atender o interesse público e a critério da SEDUC, o candidato poderá ser designado para região diversa daquela escolhida no ato de inscrição, aberta a opção a todos os candidatos classificados nas demais regiões, respeitada a respectiva ordem decrescente de classificação.

    Então, poderei solicitar no ato da posse para passar para a última chamada e posteriormente solicitar a mudança de CRE.

    Desde já agradeço.

    • Editor diz:

      Boa noite, Nádia:
      Tudo bem?
      A previsão está dentro do entendimento do Direito Administrativo da “discricionariedade” do Estado nos seus atos. Explico: O aspecto mais importante do item 12.1.2. é o que diz: “(…) a fim de atender o interesse público e a critério da SEDUC (…)”. Via de regra transferência a pedido só são processadas após cumprimento do estágio probatório e aquisição de estabilidade e havendo disponibilidade e interesse do órgão regionalizado (no caso da SEDUC-RS, as CREs).
      O que te recomendo: Procure tua CRE e protocole um ofício informando da transferência do teu esposo (servidor público estadual!?) e do teu interesse. Protele a posse até o chamamento seguinte, cumprindo os ritos descritos nos Editais. Sendo empossada e caso teu caso não tenha sido ainda analisado, cumpra a designação se apresentando na escola e continue pressionando o pedido. Normalmente, esses casos só são resolvidos um pouco antes do início do ano letivo.

      É minha opinião.

      Um abração.

      Prof. Omar Martins
      Facebook (FanPage): https://www.facebook.com/prof.omarmartins | Perfil: https://www.facebook.com/omarmartins
      Twitter: @profomar
      Blog: https://profomar.wordpress.com
      E-mail: prof.omar@terra.com.br
      Skype: zara1884

  8. Cleiton Backes diz:

    Ola gostaria de fazer uma pergunta!
    Tenho duas matriculas no municipio é possivel assumir no estado? para trabalhar no outro turno? mesmo ja tendo 40 horas em outro lugar?

  9. Cristiane M. B diz:

    Voltando ao assunto comprovante de escolaridade, vi nos comentários anteriores que estão aceitando atestado de conclusão de curso, mas eles colocaram essa semana uma atualização para o 4° grupo especificando em letras vermelhas que estão aceitando apenas (DIPLOMA OU CERTIFICADO) então apenas o 4° grupo não poderá ser empossado com atestado de conclusão? E a padronização desse concurso onde está? Prof° Omar, sabe de alguma coisa a respeito disso?

  10. Monica Saturnino diz:

    Olá Prof. Omar, Fui chamada agora no 4º grupo mas só terminarei a graduação no final de 2013, será que posso optar no ato da posse para a última chamada? Neste caso como comprovante de escolaridade levarei documento que comprove que estou cursando ainda a graduação?

    • Maicon diz:

      Olá, venho informar algo que soube a partir do comentário da Monica e indo me informar na CRE da minha região para saber se atestado de conclusão de curso era suficiente para a posse. Realmente, NÃO ESTÃO ACEITANDO ATESTADOS DE CONCLUSÃO DE CURSO, somente é possível assumir com um certificado de conclusão de curso, ou seja, a pessoa tem que ter passado pela colação de grau ou pedir formatura em gabinete com extrema urgência, pois não serão aceitos atestados com datação de 2013. Uma alternativa para ter mais alguns dias até providenciar o pedido de colação de grau em gabinete é ir as suas respectivas CRE, ir ao setor de recursos humanos e pedir postergação da posse. A senhora que me atendeu na CRE me informou que para fazer a postergação não é preciso apresentar certificados ou diplomas. Com essa postergação se estende o prazo da posse, mas volto a salientar o certificado tem que sair com datação de 2012. Não importa se sair com a data de 31 de dezembro de 2012, mas tem que ser 2012.

      • Adriana diz:

        Maicon!

        Sugiro que peças prorrogação da posse por 15 dias. Nesse período tu consegues colar grau. Não tem como eles negarem o teu diploma pelo ano (2013), pois a formação na área para a qual tu prestaste o concurso somente pode ser exigida na ocasião da posse. Sempre é bom consultares o estat. do magistério, na sua versão atualizada. Segue o link.

        http://www.educacao.rs.gov.br/dados/lei_no_06672.pdf

        Embasamento legal é a chave para tu fazeres valer os teus direitos. Boa sorte!

  11. Águeda Costa diz:

    Gostaria de saber se é impossível ficar com contrato em CRE diferente que foi nomeado e se não é possível a tranferência de CRE no momento da posse?

    • Editor diz:

      Boa tarde, Ágeuda:
      Pelo que sei a SEDUC tem por política a manutenção de apenas um matrícula de concursado para os professores empossados. Mas como há uma grande falta de professores não duvido que eles mantenham esses contratos. Sobre a “transferência” de CRE: O tema já foi analisado aqui nos comentários… Resumindo: a legislação permite desde que atenta o interesse/necessidade da Administração.

      Um abraço.

      Prof. Omar Martins

      • Águeda Costa diz:

        Obrigada pelo o esclarecimento, agora minha dúvida é sobre a escolha das escolas, pois li muitas postagens negativas aqui no blog.

  12. Monaliza diz:

    Olá,vou receber minha nomeação no dia 19 de dezembro e tenho uma dúvida quanto ao entrar em exercício da função. Alguém sabe me dizer se vamos iniciar ainda em dezembro a atuar nas escolas?

    Desde já muito obrigada

  13. Rita diz:

    Bom Dia!
    Somente no dia da nomeação vamos a escola aonde vamos atuar??
    Liguei para a Coordenadoria na qual fui aprovada e eles falaram nada com nada…

  14. Leticia Nunes Barboza Pereira diz:

    Boa noite professor, estou na mesma duvida da Monalisa, eu tomo posse no dia vinte, e as escolas encerram suas atividades no mesmo dia, como ficara?

  15. Lúcia diz:

    Boa tarde!
    Estou com dúvida sobre a documentação, no que se refere a certidão de casamento… é necessário uma certidão atualizada, ou aceitam com a data real do casamento.
    Se alguém que já foi empossado puder me responder, fico grata! Um abraço!

    • Celi diz:

      Oi Lúcia
      Eu apresentei a a certidão de casamento que recebi no dia que casei no civil há mais de 3 anos, logo não creio que precisa pegar uma atualizada; tomei posse em novembro e não houve problema algum pela certidão!
      Espero ter ajudado!
      abraço

  16. Aline bernardo diz:

    Tenho 20 hs de concurso em rede municipal e mais uma convocação em educação especial no mesmo municipio. Fui nomeada no estado e gostaria de postergar meu estagio probatório por um ano para atuar a noite em EJA, ate acabar meu estagio no municipio e eu passar minha matricula para a educação especial, ja que ainda não posso devido ao estagio probatorio. A secretaria esta alegando que não é viável a postergação somente por um ano. Podes me informar algo sobre isso?

O espaço de comentários do Blog do Prof. Omar Martins será moderado. Não serão aceitas mensagens: • que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal; • que contenham conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia; • que contenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; • que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica; de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; • que caracterizem prática de spam; • anônimas ou assinadas com e-mail falso; • fora do contexto da matéria; • exclusivamente em caixa alta; • com mais de dois mil caracteres.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s