Nota oficial da FDRH-RS sobre o concurso do Magistério

A Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH), contratada para a realização do concurso público do magistério 2012, esclarece que a publicação de  todos os editais ficou sob a responsabilidade da Secretaria Estadual de Educação (SEDUC).

Conforme acordado, a FDRH realizou a entrega dos resultados  do concurso dentro do prazo programado, ficando a cargo da SEDUC a publicação da listagem de classificação final.

Anúncios

45 thoughts on “Nota oficial da FDRH-RS sobre o concurso do Magistério

  1. Marco diz:

    …esclarece que a publicação de todos os editais ficou sob a responsabilidade da Secretaria Estadual de Educação (SEDUC).

    Professor, por que agora a FDRH está jogando a responsabilidade para a SEDUC?? Isso é normal?? , (pois é muito estranho que até agora todos os editais estavam sendo divulgados pela FDRH, justo agora na fase final eles “lavam as mãos”) SEDUC E FDRH, ESTAMOS DE OLHO!!

  2. Tiago da Silva diz:

    pior…acho que era para ter acontecido tudo mais cedo….mas eles tem um problema, mexer com professores e complicado esta epoca, uma vez que o jornal ZERO HORA mostrou que a grande maioria que passou não esta atuando na rede publica Gaucha, neste sentido teria que tirar os professores temporarios para colocar os efetivos… enfim vamos esperar, pois acho que tudo se finalizará em Dezembro…

    Tiago

  3. Editor diz:

    Boa tarde, queridos professores:
    A responsabilidade da divulgação de editais em concursos públicos SEMPRE é do órgão que está contratando. Via de regra, a fim de facilitar a divulgação, as instituições repassam essa responsabilidade às organizadoras em decorrência da estrutura disponibilizada por elas (banda disponível em seus servidores) e para não sobrecarregar os departamentos da instituição. Até agora, a FDRH-RS realizou todas as publicações sob o mandato da SEDUC-RS. Entretanto, a divulgação final – que está sendo aguardada até o dia 20.09 – será realizada pela própria Secretaria em decorrência da exigência de informações pertinentes (prazos, tramitação junto as CREs, prioridade nas escolas etc).
    Sei que há muita ansiosidade com esse concurso, mas acompanho certames desde 1998 e a tramitação está dentro do esperado dentro do atual regime jurídico (infelizmente, há prazos recursais para absolutamente tudo!). O atraso mesmo ocorreu no processo inicial, após a realização das provas, pois pelo cronograma inicial da SEDUC-RS, as nomeações deveriam ter ocorrido em agosto.

    Um abração a todos.

    Se quiserem me acompanhar na página do Facebook. > https://www.facebook.com/prof.omarmartins < .

    Prof. Omar Martins

  4. lucas diz:

    Já é sabido que a educação é tratada com desprezo em nosso país, e isso não é de hoje, o que nos resta é continuar na luta sempre incentivando nossos alunos e demais às melhorias educacionais. Infelizmente a desorganização desse concurso e a falta de comunicação ou omissão de certas verdades possam estar ocorrendo. Aguardemos, colegas!!!

  5. camilazucco@yahoo.com.br diz:

    Ola pessoal , eu fui uma das tantas pessoas que reprovaram no concurso… formada e com pos – graduação continuo fora da area da educação, infelizmente…Então prof Omar como foi comentado será que existe possibilidade de sair um novo concurso em breve, pois com este poucas vagas serão preenchidas…eu aguardo esperançosamente…..

    • Editor diz:

      Bom dia, Camila:
      De fato uma pena… Reputo tua desclassificação, bem como de vários colegas preparados, a um precipitação da organizadora na divisão das provas. Sempre concordei com o estabelecimento de linha de corte a fim de contratar servidores, em especial professores, com um nível formação base, criando um elemento importante de contextualização e adaptação do novo servidor com as necessidades (e dificuldades!) do cargo.
      Entretanto, a linha de corte deve ser CLARA e OBJETIVA (o que não aconteceu, em minha opinião!) e estabelecer uma divisão racional de conhecimentos. Por isso mesmo, as outras organizadoras fazem – basicamente – a seguinte subdivisão: 1) Conhecimentos Gerais (português, noções de legislação e pedagógicos); e 2) Conhecimentos Específicos da especialidade; com peso 50%-50% ou 40%-60%. CESPE-UnB, FCC, ESAF contratam servidores para a Polícia Federal, Tribunais de Justiça (TRT, TRE, STJ, STF etc), Ministérios, Autarquias etc sob esse critério e NÃO ocorrem problemas e os mais bem preparados são aproveitados.

      Dito isso, independente da tramitação do concurso 2011/2012 – que só redundará a contratação de 4, 5mil professores (se tanto!), a SEDUC-RS abrirá novo concurso para, no mínimo 5 mil novos professores (no mínimo pois, além dos que restarem do último certame há de se incluir as aposentadorias, exonerações para 2012/2013 que, segundo informações extraoficiais, chegam a 2.500 – 3000 professores no quadro).

      Tenho informações que a Secretaria já está fazendo um cronograma para a publicação de novo edital no primeiro trimestre de 2013.

      Veremos.

      Um abração.

      E não fica muito chateada… Por experiência própria eu te digo: “quando nos é fechado uma porta, outras 200 são abertas…”

      Vamos aos estudos.

      Prof. Omar Martins

      • Camila diz:

        Obrigada pela força professor Omar..Pois são de pessoas como você que precisamos..sempre com informações bem resolvidas e de nosso interesse…continue sempre colaborando conosco e nos mantendo informados atraves de sua mensagens via e-mail..Leio todas as que recebo, e estou sempre informada, pois nem sempre consigo busca-la nos meios de comunicação..obrigada pela força….
        abraços

        Camila

  6. Cristiane M. B diz:

    Profº Omar, pela sua experiência em concursos e nomeações na área da educação, você acredita mesmo que vá ocorrer nomeações de mais de 5 mil professores faltando pouco mais de 3 meses para o fim do ano letivo?

    • Editor diz:

      Bom dia, Cristiane:
      O concurso do magistério é atípico em se tratando de outros certames…
      Posso te dizer que a intenção da Secretaria – externada por vários colegas que lá trabalham – é a nomeação de todos os aprovados no número de vagas por CRE pois o processo de posse e designação é demorado e difícil em decorrência da tipicidade de cada coordenadoria. Sem falar que a necessidade é abismal! Há, contudo outros problemas: a estrutura de biometria da SARH-RS é limitada e fico pensando em como eles vão escalonar os exames admissionais…
      Mesmo com todos os problemas, torço para que tudo seja encaminhado para o início do processo letivo de 2013 que já inicia comprometido…

      Um abração. Obrigado por acessar e compartilhar no blog.

      Prof. Omar Martins
      Facebook: https://www.facebook.com/prof.omarmartins
      Twitter: @profomar

  7. Bruno diz:

    Olá Professor!
    Eu andei lendo que não poderá haver outro concurso, até que todos os candidatos aprovados, mesmo aqueles que ficaram fora das vagas do edital.
    E eles teriam que chamar todos os aprovados.
    Por causa de lei dos concursos.
    Isso é verdade?
    Parabéns pelo blog e obrigado!
    Abraço!

    • Editor diz:

      Bom dia, Bruno:
      Não, pois o objeto do novo concurso será distinto.
      A SEDUC-RS irá abrir novo certame para as vagas que não poderiam ser ocupadas, pois não há aprovados para tanto no último concurso.
      Assim, são consideradas legalmente “vagas novas” que só podem ser preenchidas mediante novo concurso público.
      De qualquer forma, a Secretaria deverá nomear todos os aprovados dentro das vagas disponíveis no concurso 2011/2012, antes do anúncio de novo certame. Até para incluir no novo certame, novas vagas que irão ficar vagas.

      Um abração.

      Prof. Omar Martins
      Facebook: https://www.facebook.com/prof.omarmartins
      Twitter: @profomar
      Blog: https://profomar.wordpress.com

      • Adriano diz:

        Então quem passou em 20º onde tinha apenas 17 vagas não tem chance de ser chamado?
        Mais uma decepção, nem sei porque fiz mais um concurso do magistério.

        Boa noite

      • Editor diz:

        Boa noite, Adriano:
        A Administração Pública tem a responsabilidade objetiva, segundo entendimento do STJ e do STF, de nomear o número de vagas disponibilizadas no Edital dentre a lista final de aprovados. Entretanto, via de regra, para conseguir dar posse para 17 servidores – por exemplo – são necessários chamar quase o dobro de candidatos aprovados, especialmente em concursos para o magistério. Isso ocorre pois um grande número de aprovados e que estão nas primeiras posições desistem em decorrência de requisitos, lotação ou falta de interesse. Mesmo sem saber da tua CRE tenho confiança que acabará por ser chamado.

        Um abraço.

        Boa sorte.

        Prof. Omar Martins
        Facebook: https://www.facebook.com/prof.omarmartins
        Twitter: @profomar
        Blog: https://profomar.wordpress.com

      • Luciana diz:

        Segundo a Constituição Federal, Art. 37:
        “IV – durante o prazo improrrogável previsto no edital de convocação, aquele aprovado em concurso público de provas ou de provas e títulos será convocado com prioridade sobre novos concursados para assumir cargo ou emprego, na carreira;”

        Então se houver novo concurso para o magistério não poderão serem abertas vagas para as modalidades q foram preenchidas pelo concurso anterior, estou certa, né?

        Abraços.

      • Editor diz:

        Boa noite, Luciana:
        Ocorrendo novo certame para o magistério em 2013, o objeto será distinto do atual concurso válido até a sua homologação final.
        A inteligência do art. 37, IV, CF é para concursos cujo o objeto seja o mesmo. Assim, o dispositivo assegura que a Administração Pública contrate, dentro das vagas ofertadas no Edital, os candidatos aprovados. O anúncio da preparação de novo concurso ocorreu dentro da impossibilidade da SEDUC-RS de contratar a totalidade do objeto do concurso (10.000 vagas), em decorrência da aprovação de apenas pouco mais de 5.000 candidatos. O novo concurso será para contratar professores paras as vagas que não poderão ser preenchidas em decorrência da falta de aprovados.

        Entendeu?

        Um abraço.

        Prof. Omar Martins

  8. lucas diz:

    Prof Omar, por acaso você saberia me informar que se caso haja a contratação de um concursado em outra cidade (por exemplo, fez o concurso para a 8CRE mora em Santa Maria, mas foi contratado para Cacequi, amndas da mesma CRE) há possibilidade de receber algum auxílio moradia já que o salário base é deficiente? Grato!

    • Editor diz:

      Boa tarde, Lucas:
      Não conheço nenhuma previsão de auxílio moradia no regramento do magistério estadual.
      Cada CRE possui uma listagem de escolas que – em decorrência das distâncias do centros urbanos – remuneram gratificação por difícil acesso (art. 70, I, c, Lei Estadual 6672/74 – Estatuto do Magistério Estadual.
      Há também previsão de adicionais em casos de diárias e ajuda de custos nos casos previstos em Lei.
      (…)
      Art. 71 – Diária é a importância paga ao membro do Magistério designado para ter exercício ocasional em local diverso de sua sede e destinada à indenização por despesas de alimentação e pousada.
      Art. 72 – Ajuda de custo é a importância paga antecipadamente ao membro do Magistério quando, em decorrência de remoção ou designação “ex-officio”, deva ter exercício em nova sede de trabalho ou quando haja sido designado para prestar serviço ou realizar estudos fora de sua sede.
      (…)

      Veja outros detalhes em: http://www.educacao.rs.gov.br/dados/lei_no_06672.pdf .

      Boa sorte.

      Um abração.

      Prof. Omar Martins
      Facebook: https://www.facebook.com/prof.omarmartins
      Twitter: @profomar
      Blog: https://profomar.wordpress.com

  9. Roselei da Silva Witt diz:

    Boa tarde! Professor Omar. Fui aprovada em 2º lugar no concurso para habilitação 5.2 Educação Especial na 10ª CRE resido em Uruguaiana mas, por problemas de família precisarei no próximo ano residir em Rosário do Sul 19ª CRE, atualmente atuo como Agente Educacional nomeada em 2006. Minha dúvida é poderei pedir transferência para outra CRE, ou tenho que cumprir o estágio probatório, pois tenho a convicção que as nomeações deste concurso sairão em breve. Se puderes tirar minha dúvida agradeço.

    • Editor diz:

      Boa noite, Roselei:
      Todos os órgãos da Administração Pública costumam ser “conservadores” quanto a transferências dentro do período correspondente do estágio probatório.
      Entretanto, “por interesse da Administração” pode ocorrer exceções.
      Recomendo que já procure a 10ª CRE e a 19ª e verifique a possibilidade e o interesse para tal.
      Nas CREs sempre há colegas que podem te auxiliar a fim de verificar as possibilidades do ponto de vista jurídico-legal ou administrativa.

      Boa sorte.

      Um abração.

      Prof. Omar Martins
      Facebook: https://www.facebook.com/prof.omarmartins
      Twitter: @profomar
      Blog: https://profomar.wordpress.com

  10. Val diz:

    Já não acredito mais na nomeação ainda para este ano. Estou sentindo um pouco de “enrolação” nesta demora para a divulgação da classificação final…Um artifício para jogar as nomeações para 2013…

  11. Bruno Garcia diz:

    Olá professor
    Como relação a abertura de um novo concurso.
    Eu continuei lendo sobre a possibilidade da abertura, andei lendo alguns artigos e jurisprudências, que vedam a abertura do concurso público no caso de aprovados no concurso anterior.
    Cito o exemplo da minha Ciências Humanas – História Licenciatura Plena e Ciências Sociais Licenciatura Plena que em todo estado deu aproximadamente 1.055 aprovados para entorno 690 vagas disponíveis para essa área no edital.
    E também o próprio edital prevê o chamamento no caso de vagas.
    Creio pelas leituras jurídicas e pelo edital que essa área ficaria fora do edital.
    No meu caso fiz concurso para 5 CRE fiquei 17° colocação para 13 vagas.
    Trouxe essa visão para discutirmos.
    Obrigado pela atenção!
    E parabéns pelo seu trabalho!
    Abração!
    Bruno Garcia

    • Editor diz:

      Boa noite, Bruno:
      Tudo bem?
      Obrigado por comentar e compartilhar no meu modesto blog.
      Como falei anteriormente, a interpretação do STF e STJ acerca da aplicação do art. 37, IV, da Constituição Federal, “(…) IV – durante o prazo improrrogável previsto no edital de convocação, aquele aprovado em concurso público de provas ou de provas e títulos será convocado com prioridade sobre novos concursados para assumir cargo ou emprego, na carreira; (…) diz respeito a novos concursos intentados dentro do mesmo objeto (mesmo cargo, mesma lotação, mesma vaga dentro do período de validade do certame). As decisões dos Tribunais Superiores, visou combater uma prática antiga e arraigada de vários entes estatais, em especial de prefeituras, de homologar seus concursos públicos sem ter chamado os aprovados e realizar nova publicação, desrespeitando direitos e transformando certames em máquina “caça-niqueis”.

      O caso em comento parte do anúncio por parte do estado que chamará todos os aprovados dentro do número de vagas disponibilizadas por CREs e que, para as vagas que ficarão abertas, em decorrência da falta de aprovados e para as novas vagas a serem abertas em 2013 (em decorrência da aposentadoria, fim de contratos emergenciais, exonerações etc), será realizado novo concurso público em 2013. Assim, o novo certame não afeta o direito objetivo dos candidatos aprovados dentro do número de vagas em ser nomeado dentro do prazo de validade do concurso. Essas vagas já reservadas de pronto após a divulgação da classificação final, NÃO SERÃO OBJETO DE NOVO CONCURSO.

      No teu caso, por exemplo, “(…) 5 CRE fiquei 17° colocação para 13 vagas (…)”, a SEDUC-RS deverá chamar tanto quantos forem necessário a fim de contratar 13 (treze) professores. Pela minha experiência, são necessários, via de regra, o chamamento de pelo menos o dobro de candidatos aprovados para conseguir tal intento. Então, acredito e aposto que serás chamado tão logo ocorram as primeiras nomeações.

      Entretanto, a SEDUC-RS só é responsável pela contratação dos treze novos professores dentro do período de validade do concurso.

      Para novas vagas a serem criadas na CRE, o estado pode, segundo entendimento constitucional, realizar novo concurso público mesmo dentro do prazo de validade do concurso anterior.

      Por prudência, acredito que a SEDUC-RS deva realizar a nomeação e posse de todas as vagas possíveis, antes da publicação de novo certame para que não ocorra dubiedade. Mas “legalmente” (desde que o objeto não seja o mesmo) poderia fazê-lo.

      Espero ter explicado melhor.

      Boa sorte.

      Um abração.

      Prof. Omar Martins
      Facebook: https://www.facebook.com/prof.omarmartins
      Twitter: @profomar
      Blog: https://profomar.wordpress.com

  12. Luciana diz:

    Professor, no edital também prevê que candidatos aprovados podem serem remanejados para outras CREs. Não entendi muito bem essa parte, é somente no interesse da Administração ou o candidato pode requerer esse direito. Por exemplo, na minha CRE foram aprovados 47 candidatos para 43 vagas oferecidas, supondo q sobrem esses 4, estes podem serem remanejados para a coordenadoria mais proxima onde não houve número suficientes de aprovados para preencherem as vagas oferecidas?

    • Editor diz:

      Bom dia, Luciana:
      A transferência a pedido do servidor pode ocorrer após a aprovação em estágio probatório e aquisição da estabilidade.
      Pode a Administração Pública, a seu interesse e combinado com o novo servidor, fazê-lo a qualquer momento.
      Entretanto, dificilmente é realizado com novos servidores exatamente pelo “risco” de defecção do professor.
      No caso da tua CRE, acredito que eles devam incluir as vagas excedentes (e serão bem mais que 4 vagas) para o próximo certame.

      Um abração.

      Prof. Omar Martins
      Facebook: https://www.facebook.com/prof.omarmartins
      Twitter: @profomar
      Blog: https://profomar.wordpress.com

      • Luciana diz:

        No caso, não houve vagas excedentes e sim 4 aprovados além das vagas oferecidas.
        Ainda estou esperançosa q chamem todos, pois também acredito q é muito mais vantajoso para o estado aproveitar todos esses aprovados, e findar de vez o concurso. Penso q devam serem
        oferecidas vagas para todas áreas e modalidades no próximo concurso, pois com certeza a defasagem é grande e isso talvez amenize a imagem q o estado tem passado sobre o compromisso com a educação.

        E analisando a atitude do governador em chamar todos aprovados no concurso da brigada militar, acredito ainda mais q fará o mesmo com esse tão polêmico concurso.Seria o lógico, né?

        Parabéns pelo Blog professor!!Realmente tem ajudado e muito a esclarecer e expor nossas dúvidas e angústias!!

        Abraços

      • Editor diz:

        Bom dia, Luciana:
        Estou sempre à disposição…
        Acho que a nota de ontem da SEDUC-RS esclarece, pelo menos em parte, nossas dúvidas e angústias. | https://profomar.wordpress.com/2012/09/19/seduc-rs-divulga-novas-informacoes-acerca-do-concurso-do-magisterio-estadual-20112012/ | Pela informações da Profa. Maria Eulália, a SEDUC-RS vai fazer um esforço para nomear em blocos todos os aprovados dentro das vagas e tentar chamar os demais (talvez aumentando o quantitativo por CREs, não sei bem!).
        É positivo também o anúncio da abertura de 10 mil novas vagas para 2013 (aliás acho que deveria ter concursos para o magistério estadual TODOS os anos, como ocorre com outros órgãos estatais).

        Um abração e qualquer dúvida estou à disposição.

        Prof. Omar Martins
        Facebook: https://www.facebook.com/prof.omarmartins
        Twitter: @profomar
        Blog: https://profomar.wordpress.com

  13. Vanda Thomas Preussler diz:

    Muito bom esse seu blog professor. Pelo menos assim ficamos sabendo de alguma coisa a mais…porque oficialmente, nada é publicado. Por isso pergunto a Você e se souber me responder fico muito agradecida: Quais os critérios que a Seduc usará para proceder as nomeações? Fiquei em 1º lugar e na Cree em que fiz inscrição tem 5 vagas, apenas 2 professores passaram. Ouvi falar que irão chamar 100 professores por dia. Mas por onde irão começar?

    • Editor diz:

      Boa tarde, Vanda:
      Obrigado por compartilhar no nosso blog e pelo elogio.
      Sempre acreditei – nos meus 20 anos de carreira de professor – que o conhecimento e a informação devem estar disponível para todos.
      Bem, o interesse da SEDUC-RS é chamar a totalidade dos aprovados nas vagas nos próximos meses.
      Entretanto, a estrutura biométrica da SARH-RS é limitada para a confirmação e posse dos candidatos.
      Eles devem estar ajustando essas necessidades, pois pediram no final de agosto uma lista de prioridades para cada coordenador, bem como uma previsão de abertura de novas vagas para 2013.
      Se conseguir mais informações posto por aqui.

      Um abração.

      Prof. Omar Martins
      Facebook: https://www.facebook.com/prof.omarmartins
      Twitter: @profomar
      Blog: https://profomar.wordpress.com

  14. julio ricardo alf diz:

    Boa Tarde professor!!!!!
    Ao teu ver, qual será a previsao de data para o início da nomeaçao dos professores concursados?

    Grande abraço,
    Julio.

  15. Vanda Thomas Preussler diz:

    Boa Tarde, Professor!
    O Secretário de Educação, no Correio do Povo, não lembro de que dia, colocou que querem nomear 200 professores por dia, pelo sistema de carta. Não esclereceu mais e não entendi. Como seria esse sistema? Segundo ele até metade de outubro quer ter nomeado metade dos professores. Será que isso pode acontecer?

  16. Val diz:

    Boa noite!!!
    Parece que saiu em algum meio de comunicação alguma informação a respeito de um mutirão entre Secretarias de Administração e Educação, onde os candidatos serão nomeados em blocos, sendo previsto um número de mais de 1000 candidatos para esta primeira etapa. Não sei até que ponto compreendi corretamente as informações, e ainda tenho dúvidas quanto as áreas a serem priorizadas, assim como vários outros pontos que não obtive informações. Tenho certeza de que este blog, pela seriedade e competência com a qual leva informações aos candidatos e interessados no tema poderá esclarecer esta dúvida. Pelo que tenho acompanhado do blog certamente é a melhor fonte de informações sobre o tema, já que como a grande maioria dos concursos este também deixa muito a desejar no quesito “transparência”.
    Abraço!

  17. Cláudia diz:

    Boa noite professor!
    Minha nomeação vai ocorrer dia 21 de Novembro, sou professora de matemática! A minha dúvida é como iremos assumir no fim do ano letivo? Ou melhor, que tempo hábil teremos para isso?
    Desde já agradeço a atenção.

  18. Edineia diz:

    Olá!
    Fiquei com uma dúvida e gostaria de saber se consegue me ajudar.
    Fui tomar posse dia 22/11 para Séries Iniciais e me informaram que preciso fazer o estágio probatório.
    Porém já sou nomeada desde 2002, quando já fiz o estágio probatório para séries iniciais.
    No CPERS me informaram que se eu fiz o concurso para a mesma área estou dispensada do concurso. Porém, no momento da posse, me informaram que no edital deste concurso estava claro que todos precisariam fazer o estágio. Li o edital e não encontrei nada.
    Sabes me responder?
    Obrigada

  19. carol diz:

    Olá professor tens alguma informação sobre o concurso de 2013, se já tem um pré edital ou algo assim pois ouvi falar que seria dia 21 o lançamento do edital! obrigada,

  20. Rosangela Marion diz:

    boa tarde professor gostaria de estudar provas de concursos anteriores. Não estou encontrando disponivel na internet se possivel poderia me enviar por email. Obrigada
    Rosangela marion.

  21. Jonatan diz:

    Olá Professor, boa tarde!

    Por acaso você sabe se existe algum site que disponibiliza a prova do último concurso do magistério (2012 também da banca FDRH) para download? Procurei por todos os lados e não achei.

    Obrigado e sucesso!

O espaço de comentários do Blog do Prof. Omar Martins será moderado. Não serão aceitas mensagens: • que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal; • que contenham conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia; • que contenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; • que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica; de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; • que caracterizem prática de spam; • anônimas ou assinadas com e-mail falso; • fora do contexto da matéria; • exclusivamente em caixa alta; • com mais de dois mil caracteres.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s