Haddad: educação terá investimento de até 10% do PIB

Educação é interesse social, organização e investimento público. Sem a compreensão da maioria da sociedade que a mediação para a transformação social passa pela escola, manter-se-á um discurso vazio acerca da necessidade de melhoria da educação. Como nação que caminha para a 5ª maior potência econômica mundial nos próximos anos, não podemos vislumbrar a ideia de não continuar lutando por maiores investimentos e utilização devida dos recursos com controle, organização e transparência.
Assim, a declaração ontem [10.10.2011] do ministro Haddad (professor que revolucionou o ensino superior público e criou centenas de novos Institutos Federais de Educação) merece nosso apoio, luta e vigilância.

Educação: 10% do PIB
O volume de recursos investidos em educação no ano que vem representará entre 7% e 10% do total do Produto Interno Bruto do País. A afirmação é do ministro Fernando Haddad, que participou na manhã de hoje de palestra promovida pela Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getúlio Vargas. De acordo com Haddad, os investimentos estão previstos no projeto de lei que estabelece o Orçamento 2012 do governo federal, que está em tramitação no Congresso Nacional.

“Não vai ser menos que 7% e nem mais de 10%. Esperamos contar com a participação do Congresso”, disse o ministro. “A média investida pelos países que fazem parte da OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico) é de 5%, mas o PIB deles é maior e sua dívida com a educação é menor”, argumentou Haddad.

Durante sua palestra, o ministro voltou a defender o fim do vestibular e a efetivação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como processo de seleção para acesso às instituições de ensino superior. Para Haddad, o vestibular provocou um “grande mal” para a educação brasileira. “Não deu certo e nunca dará. Tanto que nenhum outro país adotou esse sistema”, disse.

O ministro também defendeu a reforma educacional do ensino médio, com prioridade para a permanência dos alunos em período integral. Na proposta defendida por Haddad, o primeiro turno de aula seria dedicado às matérias básicas, com conteúdo mais enxuto para que o professor possa aprofundar os temas estudados. O segundo turno seria dedicado à formação cultural e ao ensino digital.

Com informações do R7 | http://virou.gr/qVRvoK

Anúncios

O espaço de comentários do Blog do Prof. Omar Martins será moderado. Não serão aceitas mensagens: • que violem qualquer norma vigente no Brasil, seja municipal, estadual ou federal; • que contenham conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou que desrespeite a privacidade alheia; • que contenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas; • que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica; de cunho comercial e/ou pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie; • que caracterizem prática de spam; • anônimas ou assinadas com e-mail falso; • fora do contexto da matéria; • exclusivamente em caixa alta; • com mais de dois mil caracteres.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s